Paróquia

Informativos

Comunidades

Comunidades / Nossa Senhora da Conceição - Capelinha do Embirizal


É a comunidade mais antiga da Paróquia. Foi criada em 1902. Porém, a primeira capelinha já existia bem antes disso. Tratava-se de um oratório de cunho particular dentro da fazenda do Embirizal, de propriedade do Sr. Manoel Victoriano dos Reis e de D. Maria Cândida de Jesus, casal de fé fervorosa e devotos de Nossa Senhora da Conceição.

 

Sendo eles pais de muitos filhos e donos de muitas terras, resolveram então levar a pleito a realização de um sonho: a construção de uma capela canonicamente reconhecida, na qual pudessem reunir todos seus vizinhos para receberem os Santos Sacramentos. Desse modo, é que entre a década de 1890 e 1900, recorreram o pedido de construção da capela ao vigário da Paróquia de Nossa Senhora da Saúde, Padre Marciano Carlos da Rocha Brandão. No entanto, nessa época, o pedido era audacioso demais e cabia apenas ao bispo a decisão.

Dentro das várias exigências era necessária a doação de grande patrimônio territorial e a promessa de que seria construída uma capela de boas proporções e devidamente ornada que merecesse o Culto Divino e a assistência paroquial. Assim foi feito, e pelo que supomos o despacho favorável só foi concedido anos depois pelo Primeiro Bispo da Diocese de Pouso Alegre, Dom João Baptista Correa Nery, de modo que a primeira lista em prol da construção da capela foi aberta no dia 7 de setembro de 1902. A primeira Missa foi celebrada pelo Padre Marciano, na manhã de domingo, do dia 12 de outubro do mesmo ano.

 

Segundo os registros, a inauguração da capela aconteceu em visita pastoral feita pelo Primeiro Bispo da Diocese da Campanha, Dom Ferrão, nos dias 7 e 8 de agosto de 1911, na qual a imagem de Nossa Senhora da Conceição foi solenemente introduzida no altar e coroada. Contudo, pelo que consta, a capela só foi concluída em 1919.

 

Nessa época, dentre as famílias tradicionais que ajudaram na formação da comunidade citamos onze: Victoriano dos Reis; Bueno da Silva; Pereira dos Santos; Teodoro de Mello; Ribeiro de Magalhães; Martins Vilela; Paulino de Sousa; Gonçalves de Siqueira; Ferreira Alves; Teixeira de Miranda e Dias Chaves. A maioria delas possuidora de empregados morando em suas terras.

 

Também dentro do patrimônio constituído da capela imediatamente estabeleceram-se alguns pequenos comerciantes e famílias pobres vindas das redondezas.

             

Durante algum período, entre a década de 1940 e 1950, a capela passou a pertencer à Paróquia de Santa Isabel de Heliodora. Em 1951, o Cônego José Leal por algum motivo, supondo que talvez o mais provável seja a construção da Igreja Matriz, sacrificou o patrimônio da capela vendendo-o a quem pudesse comprar. Um dos fatos mais tristes ocorridos, no entanto, se deu na noite do dia 30 de agosto de 1972, quando a velha capela, já necessitada de reformas urgentes, foi destruída num incêndio culposo, onde apenas as imagens puderam ser salvas. Coube então ao povo mais uma vez a empreitada de reconstruir a capela que dois anos depois voltou a abrigar o povo, sendo ela aos poucos ampliada e modernizada durante os anos e só agora sendo definitivamente concluída.

             

No aspecto pastoral, a comunidade passou por muitos estágios bem diferentes do dinamismo que possui hoje. A principio, as missas eram marcadas esporadicamente, havia mais participação do povo em rezas do terço no mês de maio, de tempos em tempos havia missões redentoristas e visitas pastorais. E assim foi por varias décadas, só depois passou a ter a missa mensal, sempre no primeiro domingo do mês. Contudo, a estrutura de comunidade como é hoje só passou a ser formada a partir da década de 1990, com o Pe Benedito Aluisio Ferreira, que implantou o CAC, o MESC e o Dizimo, permitindo mais dinamismo e autonomia.

 

A comunidade é uma das menores da paróquia. É assistida hoje com duas missas mensais, possui o Santíssimo, Celebração da Palavra todos os domingos com distribuição da Comunhão, há reza do terço às segundas-feiras e Adoração às quintas-feiras. Possui atualmente as seguintes pastorais: MESC, Liturgia, Canto, Coroinhas, Catequese, Batismo e Dizimo.

 

(Fatos extraídos da tradição oral dos mais antigos e de manuscritos diversos arquivados na Capela

 

 



Galeria de Fotos Nossa Senhora da Conceição - Capelinha do Embirizal

 
Copyright © 2011 Paróquia Nossa Senhora da Saúde Design by