A Padroeira

Nossa Senhora da Saúde

Ano Litúrgico C - São Lucas

Vitral da Igreja Matriz

Advento

2ª Semana

Advento: tempo novo de esperança e amor

É o tempo propício para nos prepararmos para a vinda do Messias do Pai, Jesus Cristo.
Saiba Mais

O mistério do Natal de Nosso Senhor Jesus Cristo

É a Liturgia da Igreja que nos oferece o verdadeiro significado da vinda de Cristo ao mundo.
Saiba Mais

Tempo de Gestação e Tempo de Semeadura

O começo de mais um ano na nossa história deve ser um convite para uma nova etapa na caminhada de fé
Saiba Mais

Palavra do Pastor

 

“Nasceu-nos hoje um menino...”

 

            Para mim, um dos meses mais bonitos do ano é o de dezembro. Creio que por todo o clima de festa e de luz: tantas confraternizações, tantas iniciativas de bondade e de caridade, tantos motivos para agradecer, tantas batalhas enfrentadas ao longo do ano, tudo tão enfeitado para expressar o diferencial desse tempo. Olhando mais profundamente, porém, o mês dezembro é especial, não só por tudo o que foi mencionado, e sim principalmente por ser momento intenso de renascimento. A esperança se fortalece, os ânimos se revigoram, os sonhos parecem voltar a brilhar. É chance de recomeçar com o novo ano civil que se inicia. É oportunidade de planejar, de projetar, de assumir metas e compromissos, de acreditar.

            Tudo isso é possível por conta daquela realidade e verdade de que tantas vezes nos esquecemos e permitimos ser obscurecida por preocupações materiais e supérfluas: “Nasceu-nos um menino...” É por isso que dezembro não é um mês qualquer. Deus está conosco! Veio fazer morada entre nós! Apresentou-se na fragilidade humana de uma criança! Esse mistério de amor de Deus é fonte de toda alegria, toda esperança, toda renovação espiritual, toda crença de que dias melhores são possíveis e de que nós também podemos ser pessoas diferentes e melhores.

            Celebremos, então, com muito fervor, o Natal que se aproxima. Que o verdadeiro espírito do Natal tome conta de nós. Não cedamos às tentações desse mundo capitalista, consumista e materialista que tanto tem deturpado o verdadeiro sentido do Natal. Agradeçamos a Deus pela graça de juntos, como Igreja, contemplarmos mais um Natal do Senhor. Que, do mesmo modo como uma criança que nasce enche de vida e de esperança a vida de um lar, nossos corações se rejubilem e se renovem na construção de um mundo melhor.

            Que o Deus-menino nos ilumine e dê o verdadeiro sentido ao nosso existir. Que a Virgem Maria, aquela que mais se alegrou com o nascimento de Jesus, ensine-nos a contemplar Jesus, permitindo que Ele habite constantemente na morada de nosso coração.

            Desde já, desejo um santo Natal a todos e que o novo ano seja de muita paz e realizações em nossa caminhada! Muito obrigado pela oportunidade de juntos realizar nossa missão na Paróquia Nossa Senhora da Saúde, nesse ano de 2019!

           

Meu abraço e minha bênção,

 

Pe. Carlos Henrique Machado de Paiva
Pároco

Reflexões de Monsenhor Benedito

 A BARCA DE PEDRO
Tem a Missão de Navegar pelo Mar da História:
IGREJA DE CRISTO – POVO DE DEUS.
 

        A Barca de Pedro, a Igreja de Cristo, não tem como fugir para outras águas, que não aquelas que lhe são oferecidas pelos leitos e cursos da História concreta da Criação. Para isto, o próprio Deus “CHAMOU OS QUE ELE QUIS... PARA ESTAREM COM ELE.... E PARA ENVIÁ-LOS A ANUNCIAR...”(Mc 3,13-15).

       O tempo atual exige de toda a Igreja de Cristo renovar as forças e energias missionárias para honrar a seriedade e emergência do Projeto que Cristo confiou à sua responsabilidade. Afinal a Missão da Igreja é uma Obra organizada e projetada pelo próprio Deus. O ser humano, os que Cristo escolheu, não têm que inventar nem “achar” nada desta Obra-Vida de Igreja. Aos chamados pela Fé em Jesus Cristo, pela Esperança em Jesus Cristo e pelo Amor em Jesus Cristo cabe, verdadeira e unicamente, descobrir o que Cristo espera, o que Ele pede, o que Ele inspira e orienta. Aqui entram a UNIDADE, a COMUNHÃO, a ORTODOXIA DIALÓGICA, o SERVIÇO, em forma de Obras de Misericórdia e amadurecido no compromisso do MINISTÉRIO. Enfim, percebemos que a vida de Igreja a ser buscada e querida precisa ser entendida como realidade gerada e não criada, dinamizada e não inventada, consubstancial ao Cristo Bom Pastor. O DNA da Igreja de Cristo é essencialmente PASTORAL. Sua inspiração é o Cristo Bom Pastor. Sem o perfil do Cristo Bom Pastor, a Igreja é desnecessária. Quem não vive vida de Igreja com  o espirito de Cristo, o Bom Pastor, é um falso profeta, condenado pelo próprio Cristo: “Cuidado com os falsos profetas: eles vêm a vocês vestidos com peles de ovelhas, mas, por dentro, são lobos ferozes. Vocês os conheceraõ pelos frutos deles!”(Mt 7,15-16ª).

      Você, quando recebe a graça do Batismo Cristão, torna-se identificado com Jesus Cristo: você é Outro Cristo. Você assume a Missão de Cristo: Ele é Sacerdote (Consagrado à Missão),         Ele é Pastor (Responde pela Justiça e o Direito de vida digna do Rebanho) e Ele é Rei (Protege com a vida o patrimônio dos valores supremos do Povo de Deus).   Poderíamos até parodiar o próprio Cristo, na sua dimensão “humana”, em tudo igual a nós, exceto no pecado, no que Ele afirma: “Quem me vê vê também Aquele que me enviou”! O humano batizado deve ser a encarnação de Cristo onde quer que esteja. Precisa assumir o mesmo compromisso de Cristo, ao ponto de poder afirmar, de forma concreta, verdadeira e comprovável esta responsabilidade: “QUEM ME VÊ VÊ AQUELE QUE ME ENVIOU: CRISTO”. Esta é a única Missão da Igreja na Terra.

        Por isso, o Batismo nos torna Igreja que é una com cristo. Assim nos ensina o atual Catecismo Oficial da Igreja Católica: “Alegremo-nos, portanto, e demos graças por nos termos tornado não somente cristãos, mas o próprio Cristo......Admirai e rejubilai, nós nos tornamos Cristo. Com efeito, uma vez que Ele é a Cabeça e nós somos os Membros deste Corpo Sagrado, o Humano inteiro é constituído por Ele e por nós”. Nosso Redentor se apresentou ao mundo como sendo uma só Pessoa Ele e a sua Igreja. Assim como disse: “O Pai e eu somos um”! Também afirmou, claro e em bom tom, que “A MINHA IGREJA E EU SOMOS UM: QUEM VOS OUVE É A MIM QUE OUVE, QUEM VOS ACOLHE É A MIM QUE ACOLHE; QUEM VOS REJEITA É A MIM QUE REJEITA; TUDO O QUE LIGARDES NA TERRA SERÁ LIGADO NO CÉU; TUDO O QUE DESLIGARDES NA TERRA SERÁ DESLIGADO NO CÉU”!   Precisamos, com urgência, junto com o Papa Francisco, assumir maduramente esta forma de ser cristão de verdade e pra valer mesmo, senão seremos uma lástima e sofreremos uma tremenda perda de tempo nesta vida, com o risco de perder a verdadeira na eternidade.

Monsenhor Benedito Domingues de Paula

Vigário Paroquial


Para ler os conteúdos dos meses anteriores acesse: https://pascom-senhora-da-saude.webnode.com/reflexoes-de-mons-benedito/

Seguindo o Papa

 

Agenda para o dia: 13/12/2019

Sexta-Feira:

15h: Missa - Festa de Santa Luzia - Comunidade Santa Luzia (Três Barras)
17h às 18h15min: Confissões na Matriz
18h30min: Missa – Igreja Matriz
20h: Oração do Rosário - Igreja Matriz



Dias e Horários de Missas e Atendimentos em nossa Paróquia

Atendimentos:

Quarta-feira: 9h às 11h / 14h às 17h.
Quinta-feira: 9h às 11h / 14h às 17h .
Sexta-feira: 17h às 18h15 - Confissões na Igreja Matriz.


Santíssimo Sacramento:
Quinta-feira:

* Às 7h - Missa seguida de Exposição do Santíssimo Sacramento.
* Adoração ao longo de todo dia.
* 18h30min, Bênção com Santíssimo Sacramento.

Santa Missa:

Terça a Sábado: 18h30min
Domingo: 7h, 8h30min, 10h e 19h.

 

 

Fale Conosco

Últimas Notícias

Ver Todas as Notícias